Prêmio Auditor Emérito

Eudes Rezende da Rocha

Auditor Fiscal de Tributos Municipais: Eudes Rezende da Rocha

Natural de Esmeraldas, veio para Belo Horizonte estudar na Escola Municipal Belo Horizonte, ainda com treze anos de idade. Começou a trabalhar no ano seguinte e, quatorze anos depois, foi empossado Fiscal de Rendas na Prefeitura de Belo Horizonte.

Graduado em Administração pela PUC Minas, teve a oportunidade de trabalhar em várias áreas e funções, construindo uma boa relação com os colegas, aprendendo, criando, se envolvendo, esforçando, valorizando a carreira e se divertindo com eles, dentro e fora do trabalho.

Agora, aposentado, o auditor fiscal de tributos municipais, tem se dedicado a atividades pessoais que já existiam, mas agora realizadas com mais calma e frequência.

Ser Auditor Fiscal de Tributos Municipais: compartilhe os maiores desafios que você enfrentou durante o tempo ativo na carreira

Um desafio foi, sem experiência no IPTU, chefiar a fiscalização desse imposto durante a implantação da Planta de Valores, ocasião em que o número de Reclamações chegou a quarenta mil em um exercício. Participar de nossa única greve, vivendo todas as tensões, especialmente por fazer parte da comissão de negociação, foi outro desafio vivido.

Retornando ao ISS como chefe de Serviço, em um momento de total desmotivação dos Auditores frente a um danoso arroxo salarial imposto pela Administração, experimentei mais um desafio. Desafio esse que me levou a viver outro, que foi dirigir o SINFISCO nesse quadro caótico.

Experiência de Auditor Fiscal de Tributos Municipais aposentado: qual conselho aos auditores na ativa você gostaria de compartilhar?

Trabalhar dando o seu melhor, tentando inovar e assumindo responsabilidades exigidas pela função. Buscar motivar-se e dar leveza ao trabalho para garantir saúde nesse ambiente.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Confira também

Close
Close