Geral

Eleições 2016: segundo turno tenso e de indecisões em BH

O segundo turno das eleições para prefeito de Belo Horizonte está dando o que falar, debates agressivos e propagandas “reveladoras” tornam este momento ainda mais disputado e confuso para os eleitores belohorizontinos.

De um lado, promessas de renovação profunda da administração da PBH e, de outro, promessas de estabilidade oriunda da experiência política, fazem com que o eleitorado se divida entre os pontos positivos e negativos que estão sendo levantados nas conversas de elevador ou na mesa entre amigos e familiares.

O que apontam as pesquisas sobre o segundo turno 

Depois de conseguir angariar o segundo turno, em segundo lugar, Kalil (PHS) está na frente nas últimas pesquisas, mas o cenário é de empate técnico entre o candidato e João Leite (PSDB). Na última pesquisa Datafolha, divulgada dia 26, Kalil aparece com 34% das intenções de votos, contra 31% para João Leite. Brancos e nulos somam 20% e não sabem ou não responderam, 14%.

Segundo o Ibope, pesquisa divulgada ontem (27), Alexandre Kalil tem 39% da preferência do eleitorado e João Leite 36%. Votos brancos e nulos somam 20% e 5% dos eleitores não sabem/não responderam. 

A margem de erro das duas pesquisas é de 3%, para mais ou para menos, o que explica o empate técnico.

Com a virada, a equipe de Kalil tem concentrado suas estratégias em intensificar o contato do candidato com os cidadãos belohorizontinos em passeatas e visitas em locais públicos. Enquanto a equipe de João Leite intensifica em denúncias sobre o adversário nas chamadas “verdades sobre Kalil”. Nos últimos debates, aliás, a estratégia de ambos – que consistiu em ataques ferrenhos – foi desaprovada pelo eleitorado, que tem avaliado cada atitude dos candidatos para escolher. 

“Parece que a eleição será definida mesmo no próximo domingo. O eleitor deve comparecer e votar. Ainda é tempo da população avaliar os candidatos, pesar suas propostas e escolher o melhor prefeito para a nossa cidade. Não podemos fugir dessa responsabilidade, o voto é o exercício de poder do cidadão”, convoca o presidente do SINFISCO, Célio Fernando. 

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Close